Em reunião de ministros citada por Moro, Paulo Guedes afirmou que é preciso “vender logo a p* do Banco do Brasil”

Na reunião ministerial de 22 de abril citada por Sergio Moro, ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que é preciso “vender logo a porra do BB”. 

Além de todos os ministros do governo, também estavam presentes no encontro os presidentes do próprio Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. A gravação da reunião, que é apontada por Moro como prova da interferência de Bolsonaro na PF, está em poder do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Celso de Mello deve decidir hoje sobre a divulgação do vídeo.