Mensagens mostram que Queiroz usou apartamento de ex-mulher de Wassef

Dados do WhatsApp mostram localização

Queiroz e o filho enviaram fotos pelo app

Mensagens encontradas em celulares apreendidos pela polícia da família de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, mostram que Queiroz e o filho usaram 1 apartamento de Maria Cristina Boner Leo para se esconder. Trata-se da ex-mulher de Frederick Wassef, advogado de Flávio Bolsonaro.

Com esta informação, tornam-se conhecidos 3 imóveis utilizados por Queiroz no último ano: 1 em Atibaia, onde o ex-assessor foi preso, e 2 apartamentos no Guarujá. A informação foi divulgada na manhã desta 5ª feira (16.jul.2020) pelo jornal O Globo.

Mensagens obtidas pela reportagem comprovam que na madrugada de 24 de novembro de 2019 Queiroz escreveu para sua mulher, Márcia Oliveira de Aguiar, que estava indo para casa do “anjo”. Esse, segundo as investigações, é o codinome de Wassef. O advogado nega.

Depois Márcia responde: “Felipe [filho do casal] também? Tomara que tenha boas notícias”. Queiroz responde com uma foto do filho sentado em 1 sofá branco em uma sala.

No mesmo dia, Felipe tirou uma série de selfies na mesma sala e enviou para 1 amigo. Este conjunto de ações levou a investigação ao endereço das fotos. Ao enviar as imagens no WhatsApp, o celular registrou a localização.

Os dados foram enviados da Rua Jerônimo da Veiga esquina com a Rua Emanuel Kant, no bairro Chácara Itaim. Esse é o endereço do prédio onde Maria Cristina Boner tem 1 apartamento.

Fonte: Poder360