Bolsonaro é aconselhado a demitir Pazuello

Roteiro foi levado ao presidente por ministro

Um ministro levou a Jair Bolsonaro um roteiro para demitir Eduardo Pazuello dando-lhe um prêmio de consolação.

Pelo script, Pazuello deixaria a pasta e seria promovido a general quatro-estrelas, pelos “bons serviços prestados” no Ministério da Saúde.

A reunião do Alto Comando do Exército é em março.

Entretanto, a sugestão de promoção é tecnicamente inviável. Pazuello é general de Intendência — no Exército, é o militar especializado em tarefas administrativas ou logísticas — e, portanto, não chega a quatro-estrelas. Já está no topo da carreira.

Bolsonaro ficou de pensar.