Secretário de Saúde atualiza informações sobre a covid-19 no ES

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, concede, nesta segunda-feira (08), uma coletiva de para atualizar informações sobre o enfrentamento à covid-19 no Espírito Santo. Ao lado do subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, Nésio começou a transmissão falando sobre uma naturalização das doenças respiratórias por parte da sociedade. 

“O estado do Espírito Santo vive, há dois meses, uma queda de casos observados da covid-19 na Grande Vitória. Temos um mês de casos observados no interior. Entendemos que essa queda tem sido desproporcional à queda dos óbitos e das internações. Temos observado, infelizmente, uma naturalização perigosa das doenças respiratórias, uma naturalização perigosa da percepção das pessoas, da sociedade, da juventude, de sintomas que, em  2020, seriam motivos de preocupação, alarme e suspeita.”

O subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Réblin, destacou que o Carnaval, na próxima semana, pode alterar a curva de tendência de estabilidade e queda da covid-19 em algumas regiões. Ele pede ainda que os capixabas não façam aglomerações na data. 

“O Carnaval pode sim alterar essa curva de tendência de estabilidade em algumas regiões e queda em outras regiões. Um exemplo altamente importante foram as festas de Natal e Ano Novo, em que houve aglomeração, mas em locais específicos, em pontos muito tradicionais, que felizmente não interferiram dramaticamente na curva de casos, internações e óbitos. É importante termos condições de repetir o comportamento de, no Carnaval, não realizar aglomerações. Temos chance de continuar fazendo, no Espírito Santo, uma excelente gestão conjunta dos órgãos de governo, dos municípios e também por parte da sociedade. Foi possível manter uma questão de estabilidade em relação às festas de fim de ano e temos certeza que, com a cooperação de todos, também será possível essa mesma estabilidade e queda em relação ao período de Carnaval.”