Saúde inverte quantidade de doses de vacinas enviadas a Amapá e Amazonas

O Ministério da Saúde cometeu um erro e enviou quantidades incorretas de vacinas contra a covid-19 para os Estados do Amazonas e do Amapá. A informação foi confirmada pela pasta nessa 4ª feira (24.fev.2021).

O número de doses do imunizante que deveria ser entregue a cada Estado foi invertido. O Amazonas recebeu apenas 2.800 doses e o Amapá, 78.000.

A distribuição dos imunizantes é feita proporcionalmente, com base na população de cada Estado. De acordo com estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Amapá tem 861.773 habitantes, enquanto o Amazonas tem 4,2 milhões de moradores.

Os lotes, que chegaram aos Estados na tarde de 4ª feira (24.fev), haviam desembarcado no Brasil no dia anterior. A remessa tem quantidade total de 3,2 milhões de doses. É a 5ª etapa de distribuição de vacinas pelo PNI (Programa Nacional de Imunização).

O Ministério da Saúde divulgou nota em que reconhece o erro e diz que a correção seria feita durante a madrugada desta 5ª feira (25.fev). Destacou que já enviou mais de 15 milhões de doses aos Estados desde janeiro.

EIS A ÍNTEGRA DA NOTA PUBLICADA PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE NA 4ª FEIRA (25.FEV):

“O Ministério da Saúde informa que o Amazonas e o Amapá receberão, ainda esta madrugada, as quantidades de doses corretas reservadas aos estados nesta 5ª etapa de distribuição de vacinas.  

O estado do Amazonas receberá 76.000 doses adicionais que haviam sido entregues ao Amapá, totalizando 78.000 vacinas. O Amapá, por sua vez, ficará com as 2.000 correspondentes ao seu público-alvo para esta etapa de entregas da campanha. 

O Ministério da Saúde já enviou mais de 15 milhões de doses aos estados desde 18 de janeiro, quando deu início ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19. Até julho, serão distribuídas mais 200 milhões, suficientes para vacinar 50% da população brasileira.”