PSB promove seminário no ES para discutir ‘o futuro do Brasil’

O governador Renato Casagrande participará de uma avaliação sobre o futuro político e econômico do Brasil no encerramento do seminário “Perspectivas do Socialismo Contemporâneo”, que acontece na próxima sexta-feira (27), no Hotel Praia Sol, em Nova Almeida, Serra. O evento trará ao Estado nomes de destaque na sociologia e política brasileiras, além de especialistas em economia e inovação.

Ao lado de Casagrande estarão como expositores o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, e o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho. Os três farão uma análise da atual conjuntura política brasileira, tendo em vista a constatação de que o País vivencia uma série de retrocessos aos ganhos democráticos conquistados ao longo dos últimos 30 anos.

O evento, promovido pela Fundação João Mangabeira (FJM), é apresentado como uma iniciativa para refletir sobre a formulação de políticas públicas que garantam o desenvolvimento sustentável, a inclusão social, o exercício da cidadania e o pleno exercício das liberdades individuais. As atividades realizadas durante o seminário terão como ponto de partida uma análise sobre o desenvolvimento do socialismo e o seu papel nas transformações mundiais.

“A proposta é partirmos de uma reflexão sobre a construção do pensamento socialista ao longo da história e sua inserção no mundo contemporâneo e trazermos esse debate para o Brasil e, depois, para o Espírito Santo, fazendo uma abordagem do global para o local”, afirma Odmar Péricles Nascimento, coordenador estadual da Fundação.

Participam do seminário lideranças dos mais variados segmentos da sociedade capixaba, além de representantes de movimentos sociais,
culturais, ambientais e políticos. O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, vem se destacando como um dos principais críticos do “bolsonarismo”. 

As quase oito horas de programação do seminário serão divididas em quatro painéis e quatro grupos de trabalho. Um dos painéis terá como tema a “China e a Geoeconomia Mundial”. Tendo como perspectiva uma análise sobre a dualidade capitalismo x socialismo, os debatedores irão analisar a inserção da China na economia de mercado e suas consequências para o equilíbrio dos mercados e do pensamento político e social.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

8h – Credenciamento
8h30 – Ato cultural de abertura
9h – Painel A democracia no Centro da razão política. Com Márcio França (PSB-SP) e Osvaldo Maneschy (Observatório da
Democracia). Mediação: Maria Teresa Rosindo (OAB-ES Mulher)
10h – Painel A China e a Geoeconomia Mundial. Com Li Yang (Cônsul-Geral da China no Brasil) e Paulo Nakatani (Departamento de Economia – UFES). Mediação: Carlos Eiras (Câmara de Comércio China Brasil de Vila Velha)
11h – Painel Histórico do Socialismo Europeu: Contribuições e conflitos. Com João Capiberibe (PSB-AP) e Namy Chequer (PcdoB-ES)

12h – Almoço
13h30 – Grupos de Trabalho (GT ́s)
GT 1 Objetivos Globais para o Desenvolvimento Sustentável: O futuro que queremos – Com Fabricio Pancotto (Politize) e Rayssa Mendes (Politize) e Carlos Aurélio Linhalis (Cesan)
GT 2 – Trabalho: quais novas lógicas e dimensões? – Com Paulo Afonso Bracarense (FJM-PR) e Roselito Ribeito (CTB-ES). Mediação: Bruno Lamas (Setades-ES)
GT 3 – Inovação Tecnológica & Economia Criativa – Com Domingos Leonelli (Instituto Pensar – BA) e Fabricio Noronha (Secult-ES)
GT 4 – Demografia, alimento e energia. Com Sérgio Majeski (PSB-ES) e Pablo Lira (UVV-ES)
15h – Apresentação dos Grupos de Trabalho
16h – Café da tarde
16h30 – Ato cultural
17h – Mesa Perplexidade e Atitude: E agora Brasil?. Com Carlos Siqueira (FJM), Ricardo Coutinho (PSB) e Renato Casagrande (ES)
18h – Encerramento.