Prédio histórico de Itapemirim será restaurado

Sob forte emoção, prefeito de Itapemirim, Thiago Peçanha Lopes, assinou, na noite desta quarta-feira (04), ordem de serviço para restauro do edifício histórico do município, onde funcionaram a Câmara de Vereadores, prefeitura, cadeia pública, salão do Júri e sala das Sessões. Participaram da solenidade autoridades, representantes de segmentos culturais e sociedade civil.

O professor e historiador, Luciano Retore Moreno, falou sobre a importância do prédio secular para o desenvolvimento econômico da região sul capixaba, relembrando um dos fatos mais marcantes, que foi a visita do imperador D. Pedro II, no ano de 1860, ao sobrado. O jornalista Olegário Wanguestel, um dos mais antigos moradores da Rua Cel. Marcondes de Souza, muito sensibilizado, também usou o púlpito e rememorou momentos decisivos vividos no imóvel.

Os vereadores Waldemir Pereira Gama e Leonardo Fraga Arantes, em seus discursos, também enalteceram a iniciativa do Poder Executivo em restaurar a edificação que abrigará a sede da Secretaria Municipal de Cultura, bem como, a Biblioteca Pública Municipal “Thomé de Souza Machado” e o Memorial 14 de Maio.

O prefeito afirmou que essa restauração vem de encontro a um antigo sonho, não somente dos moradores da Vila, como é carinhosamente conhecido o centro antigo de Itapemirim, como de todo itapemirinense, dada a magnitude histórica e arquitetônica da centenária obra. Visivelmente emocionado, o gestor municipal relatou a evolução de Itapemirim nesses últimos anos, em especial, a saúde pública.

O chefe do Executivo destacou em sua fala, que o Hospital e Maternidade Menino Jesus, localizado no distrito de Itaipava, passará a ser administrado pela Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, o que representa novo avanço para a população em geral.