Rodrigo Maia sonda senadores por impeachment de Bolsonaro

Embora publicamente o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), resista ao seguimento de qualquer pedido de impeachment contra Jair Bolsonaro, durante essa semana o parlamentar sondou senadores sobre a viabilidade da tramitação de uma denúncia contra o presidente da República.

Fontes ligadas a Maia afirmaram a Gazeta do Povo que ele conversou com senadores do DEM, do PSDB e do MDB sobre a possibilidade de um processo de impeachment ter desfecho favorável no Senado. Os parlamentares, entretanto, ficaram divididos. Alguns senadores alegaram que um impeachment seria vetado pela Casa; outros, disseram que não poderiam traçar qualquer cenário antes de Maia dar seguimento a pelo menos um dos pedidos que estão parados na Câmara.

Nesta sexta-feira (15), Maia afirmou que o tema impeachment precisa ser enfrentado, mas ressaltou que essa será uma atribuição do próximo presidente da Casa. “Esse tema de forma inevitável será discutido pela casa no futuro. Temos de focar no principal, que agora é salvar o maior número de vidas, mesmo sabendo que há uma desorganização e uma falta de comando por parte do Ministério da Saúde”, disse Maia